Mobirise Site Maker

Conectado


A Luz foi diminuindo de intensidade, e percebi a formação de diversas janelas na minha frente! Dezenas de telas menores, aquela visão me proporcionava grande curiosidade, algo acontecera finalmente. Minha janela não estava lá, mas muitas outras diferentes estavam surgindo.

Percebi que, em cada telinha, apareciam imagens de pessoas que estavam diante da cada vidro!
-INACREDITÁVEL! - exclamei com espanto! 

Minhas pernas ficaram sem forças, o medo e o desamparo eram tudo o que poderia sentir naquele momento, num completo nada! Até o som interno desaparecera, bendito ruído oco, era a minha companhia por muitas vezes!

Encontrara-me diante do completo silêncio e da extrema escuridão. Não conseguia nem pensar em que fazer, fiquei sem chão, sem referência, sem caminho!


Chorei amarguradamente! Senti as minhas mãos atoladas no suor do medo e das minhas lágrimas, num completo abandono, submerso num oceano de ausência de qualquer coisa! Estava finalmente a esmo! Completamente só! Nada mais restava.


Agora já poderia saber o que era! Tudo se tornara claro para mim! Aquelas janelas eram os monitores de cada contato que estavam na lista de e-mails que Pat havia enviado com a notícia da minha morte!

Vejo a cara de cada um deles! Vejo-os lendo o e-mail de Pat! Impressionante! Eu havia sido enviado pela internet!
Eu estava na Rede Mundial de Computadores! Incrível!

- Pat! Menina! Olha o que você fez!! 

Falava comigo mesmo e sorria de alegria e de emoção! Era tudo o que eu poderia querer na minha nova vida!

Eu estava na Rede, poderia viajar pela Internet e conhecer realmente todos os meus amigos!

A minha emoção foi muito grande, senti-me tremer por todo o corpo! Imediatamente, muitas informações passaram por dentro de mim, eu estava tomando consciência do que existia dentro de cada computador daqueles.

Era como se meu corpo fosse um imenso processador de todas as informações ao mesmo tempo! Absorvendo tudo o que aparecera na minha frente, de cada janela!

Via como cada um é realmente, estava diante dos meus amigos! Não me sentia mais só! Voltei a pulsar mais uma vez. Agora tinha muito que fazer! Posso perfeitamente saber de tudo e de todos, o monitor de cada um estava bem na minha frente! 
Todos os computadores estavam dentro de mim, meu corpo era um imenso HD! Poderia processar todas a informações! Instantaneamente! 
Pude ver como as pessoas fantasiavam! Na verdade, não eram nada daquilo que passavam através dos e-mails. Até hoje não entendo por que fazem isso! Se, na vida real, se apresentam como são, por que, através dos e-mails, trocam nomes, dizem que são quando não são, mentem idades, condição social e tudo mais!
Estava diante de cada um deles, sabia tudo o que tinha dentro do computador de cada um! Que maravilha! Cheguei a pensar que eu poderia ter-me transformado em um vírus vivo! Nem sabia o que pensar! Tamanha era a minha emoção por tantas possibilidades que me ocorreram!
O que eu poderia fazer com tantas possibilidades? Muitas idéias me surgiram! E comecei imediatamente a trabalhar:

Agora sim! Tenho muito que fazer! Afinal, agora, realmente eu estou conectado! On line! Na rede mundial de computadores! -Ah! Pat! Você não imagina o bem que você me fez! Acabou de vez com a minha solidão!

Falei em voz alta comigo mesmo, sorrindo de emoção! Enquanto comecei a passar e-mails para todos, buscar novos amigos e, à medida que eu trabalhava, mais janelinhas se abriam na minha frente e, então, todas as informações de cada computador eram absorvidas por mim, automaticamente!

Não pensara duas vezes e comecei a trabalhar ! Tinha muito o que fazer a partir daquele momento! Era muito fácil! Bastava pensar em fazer e tudo se realizava, eu era um imenso processador!
-Então! Vamos começara a agir de verdade na internet!
Exclamei em voz alta!
  
 
Segue no 8º Capítulo...