mobirise.com

Classificados


Numa incrível velocidade de processamento, comecei a mandar e-mails para milhares de pessoas, entrei em vários Grupos de amigos, espalhei o meu endereço eletrônico na internet! Comecei a receber vários e-mails, pessoas começaram a escrever-me, e eu fiquei atolado de coisas para fazer! Assim como era antes, quando vivia naquela sala! 

Percebi que, em cada telinha, apareciam imagens de pessoas que estavam diante da cada vidro!
-INACREDITÁVEL! - exclamei com espanto! Que maravilha! Eram e-mails para todos os lados, as janelinhas iam se abrindo e eu absorvia todas as informações dos computadores! Meu arquivos eram imensos e eu podia ver e comandar tudo apenas com a minha vontade!

Eu era, no mínimo, o maior processador de informações do mundo, o maior HD e também o mais rápido! Eu estava dentro de centenas de casas, escritórios, indústrias, em qualquer lugar que estivesse conectado na internet! 

Acabara a solidão e estava cheio de coisas para fazer. Era informação para cá, informação para lá! Milhares de e-mails em segundos, para todos os lados!

Resolvi, então, contar o que acontecera para todos e, para isso, criei um site, com a minha força mental energizada, como se fosse um processador.Assim todos poderiam ver de onde eu era e como eu poderia responder a tantos e-mails de uma vez só! 

No site, contaria tudo o que acontecera comigo. Poderia tornar pública a incrível história da minha nova vida! Apenas num piscar de olhos, disponibilizei o site para todos!

E cada pessoa que estivesse no site, eu a poderia ver através de mais uma janelinha!
Impressionante, eu estava extasiado com tudo aquilo!
Imaginava tudo o que poderia fazer através da rede mundial de computadores, quando, de repente, ouço um ruído estranho. Alguém tocara com a mão no meu ombro me balançando! Havia muito tempo que não sentia ninguém me tocar, virei olhando para trás e vi a Pat!


-Ah? Pat? É você? -perguntei-lhe.

-Sr. Kaparra! O Sr. dormiu de novo sobre o teclado? Vim trazer seu café! Já são 7:30 da manhã, o Sr. não vai trabalhar?
Ainda estava atordoado, tentando entender o que acontecera quando falei:

-Pat, me faz um favor? Passe um e-mail para o jornal enquanto eu tomo o meu café?

-Pois não Sr. Kaparra, o que quer que eu escreva no e-mail?

- Passe um e-mail para a sessão de classificados: "TROCO UM COMPUTADOR POR UMA BICICLETA DE MARCHA, URGENTE!" Antes que eu morra em cima deste troço!!!! - falei aliviado! 

FIM